Dra. Simone Gold, defensora do tratamento precoce da covid-19, é presa em conexão com a invasão no Capitólio

Dra. Simone Gold, defensora do tratamento precoce da covid-19, é presa em conexão com a invasão no Capitólio

A médica de Beverly Hills, Dra. Simone Gold, defensora do tratamento precoce da covid-19, foi presa em conexão com a invasão no Capitólio em 6 de janeiro.

Gold, de 55 anos, estava entre os três residentes de Los Angeles que foram presos na segunda-feira (18). Além de Gold, Gina Bisignano, de 52 anos, e John Strand, de 37, também enfrentam acusações relacionadas ao evento ocorrido no Capitólio, informou o The Daily Beast.

Uma queixa criminal por acusações contra Gold e Strand afirma que as autoridades federais foram alertadas da presença da dupla no Capitólio depois que a médica deu uma entrevista para o The Washington Post.

Simone Gold tornou-se conhecida depois de dar uma entrevista coletiva nas escadarias da Suprema Corte em julho de 2020 com o ‘Frontline Doctors da América’ – um grupo que ela fundou no ano passado para lutar pelo tratamento precoce da covid-19 e pela liberdade, entre médico e paciente, na escolha do tratamento para a covid-19.

O vídeo de Gold lutando pelo tratamento precoce da covid-19 foi censurado pela Big Tech e retirado do ar, mas continua a ser de ser visto por milhões de pessoas através de redes alternativas.

A Dra. Gold confirmou ao The Washington Post que ela é a pessoa retratada carregando um megafone no terreno do Capitólio, mas disse que achava que o prédio estava aberto e pretendia estar lá para fazer um discurso.

Gold disse que temia que as fotos dela dentro do Capitol pudessem desviar a atenção de seu trabalho de defesa com os médicos da linha de frente da América.

“Lamento estar lá”, disse Gold.

Em vídeo nas redes sociais, Gold é vista aparentemente fazendo um discurso durante a manifestação de 6 de janeiro. Ela disse ao jornal que foi o mesmo discurso que fez em um comício no dia anterior ao evento no Capitólio.

CATEGORIES
TAGS
Share This

COMMENTS

Wordpress (0)
Disqus ( )